Golpes contra turistas. Os mais praticados

Golpes contra turistas

É bastante comum em viagem o turista baixar a guarda a situações de riscos e golpes.

Golpes mais comuns contra turistas listados pela consultoria de viagens Cheapflights, publicados no site DenverPost

1. Policiais falsos

O turista é acusado de um crime banal ou inexistente. sendo assim para perceber que está lidando com um policial falso. Exemplos, o falso policial cobra uma multa de valor alto por alguma suposta “infração” a qual deve ser paga no ato da abordagem. Dica solicite visualizar ou verifique a identidade do policial. Se a dúvida persistir e contate a polícia local.

2. Produtos “originais”

Durante a viagem e no local de destino final muitos trapaceiros ou estelionatários podem te abordar com produtos que prometem ser bons e originais por um preço muito menor que o ofertado no mercado. Podendo acontecer simuladas manipulações do produto, para que o turista acredite estar fazendo um bom negócio. Temos como exemplo a venda de relógios, câmeras e produtos eletro eletrônicos abaixo do valor de mercado com etiquetas com preços altos e referencia a grandes lojas de conhecimento nacional. Tal situação faz parecer que foi furtado ou conseguido de outra forma e esta sendo oferecido por um preço bem abaixo do mercado.

golpes contra turistas

3. Distração

Ao viajar aproveite bem o passeio, mas não se esqueça de vigiar seus pertences, e ser discreto com itens que possa chamar a atenção de olheiros ou transeuntes. Não deixe a vista celular, carteiras ou dinheiro. O ideal e que o turista procure reduzir ao máximo os objetos pessoais que serão necessários no passeio.

4. O golpe do bar

Há inúmeras formas desse golpe ser aplicado, mas, a mais básico envolve um viajante (geralmente homem) o qual é convidado por uma ou mais pessoas locais para uma rodada de bebidas em um bar da região. Após a diversão, os nativos “moradores do local” vão embora aos poucos e o viajante, já bêbado, fica com uma conta enorme para pagar. Podendo ainda acontecer uma variação do golpe “boa noite Cinderela”, onde o turista e dopado, ficando exposta a uma infinidade de crimes contra o patrimônio, a vida e os costumes.

5. Táxi inflacionado

Esse golpe parte de alguns taxistas antiprofissionais, onde são inflacionadas as tarifas cobradas fazendo com que o turista pague um valor muito maior que o devido. Pode acontecer ainda que o suposto taxista seja um ladrão e sua intenção é roubar os passageiro em  assim que uma oportunidade aparecer. Nesse caso lugares desertos ou com pouca iluminação são os mais prováveis. Para evitar o diminuir tais riscos é recomendado que você escolha por táxis licenciados indicados pela companhia de viagem.

6. CD grátis

Músicos podem te abordar com um CD “gratuito” de suas músicas, e caso você pegue o cd para verificar e não queira compra-lo. Ao devolver o CD, os astros repentinamente cobram pelo produto. Para isso não acontecer, coloque-o no chão gentilmente e saia de perto.

7. Quer tirar uma foto?

É comum os turistas terem vontade registrar o lugar incrível em que acabaram de pisar. Mas quem vai bater a foto, se todos querem registrar o momento nela? São nessas horas que oportunistas entram em ação e roubam a câmera digital assim que os turistas entregam a ele para tirar a tal foto. Ainda há aqueles que podem não roubar o objeto, mas depois cobram os serviços prestados ou até mesmo os direitos autorais por ter sido retratado em sua máquina.

8. Trombada acidental

Aquela trombada que você levou quando saiu de um trem foi acidental ou alguém tentou te furtar? Quando turistas desembarcam ou visitam lugares diferentes dos de costume, é comum pensar que acidentes acontecem ou que as pessoas não são de “má fé”. Mas esse golpe é particularmente comum, principalmente, segundo o site, na Itália.

9. De onde você vem?

Dizer para os comerciantes seu País ou cidade de origem pode ser a porta de entrada para golpes. Dependendo do lugar, os comerciantes podem pensar que você tem bastante dinheiro, não te dará descontos e pode até elevar os preços dos produtos. A melhor resposta é dizer algum nome de País inexistente ou algum lugar que ele não conheça, como seu bairro.

10. Golpe da pulseira

Uma pessoa encantadora se apresenta como guia e oferece instruções ou conselhos de passeios. Sem você entender o motivo, ela logo amarra uma pulseira de tecido em torno de seu pulso com um nó duplo e pede pagamento. Caso se recuse a pagar, a golpista começa a gritar que você está roubando a pulseira ou não quer pagar pelo serviço que já prestou. Para não se constrangerem mais, as vítimas pagam o que o golpista quer e vai embora.

Desconfie das pessoas e do motivo em que elas se aproximam de você, inclusive quando forem oferecer serviços ou produtos. Fique atento às mãos delas e em sua volta.

NOS BANNERS ABAIXO, MAIS DICAS DE SEGURANÇA:

dicas seguranca

dicas seguranca2

Eduardo Pablo

About Dudararidade

Tecnologia para facilitar a sua vida Um compromisso que surge após a INFOXBOX prestar ajuda aos amigos em comum de novas tecnologias, se tornando assim um ponto de encontro saudável para usuários que desejam ficar por dentro de Notícias e Tecnologias.

GOSTOU DESTE TUTORIAL? Então clique e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>