Como criar um Nome para sua Empresa ou Site. Origem dos nomes

Você provavelmente já deve ter se auto-perguntado de onde vieram alguns dos nomes mais famosos do mundo da tecnologia. Conheça algumas etimologias abaixo.

1.Apple – Maçã era a fruta favorita de Steve Jobs (co-fundador) e ele também havia trabalhado em um pomar de maçãs. No momento de escolha do nome, eles procuraram escolher algo que pudesse manter distante nomes que pudessem refletir algo “frio, inacessível, e imagens complicadas criadas por empresas naquele período.”

2.Compaq – As 3 primeiras letras são da palavra “computer/computador” e foi adicionado o “paq” para “denotar um pequeno objeto completo”, ou que pudesse significar“compatibilidade e qualidade.”

3.eBay – Pierre Omidyar que criou o eBay originalmente tinha uma consultoria chamada Echo Bay Technology Group. Quando ele tentou comprar o domínio EchoBay.com para seu site de leilões, verificou que alguém já havia comprado. Ele então comprou o nome eBay.

4.Google – Larry e Sergey escolheram Google que era deliberadamente um erro de soletração da palavra Googol. Este digito significa 1 seguido de cem zeros, e “reflete a missão da empresa de organizar o mundo da informação”.

5.Hotmail – Foi escolhido pelo fundador ao querer demonstrar a todos que o e-mail tinha algo incluído. Hotmail foi escolhido por conter as letras HTML. O nome originalmente tinha as letras HTML em maiúsculo: HoTMaiL.

6.Intel – Uma combinação de “INTegrated ELectronics” em português “Eletrônicos Integrados”.

7.Microsoft – Era originalmente representado por “Micro-Soft” em devoção ao microcomputer software(software de micro-computador). O traço foi removido.

8.Nintendo – Criado a partir de 3 diferentes caracteres da língua Kanji de origem Japonesa: Nin-ten-do. As primeiras duas podem ser traduzidas como “Paraíso abençoa trabalho difícil”.

9.Sun Microsystems – Representado pelas iniciais de Standford University Network(Rede de Universidades Standford). A primeira workstation foi desenvolvida pelos fundadores em seus dormitórios na Universidade de Standford.

10.Yahoo! – Representado por: Yet Another Hierarchical Officious Oracle(“Um Outro Oráculo Oficioso Hierárquico”). A palavra “Yahoo” foi originalmente usada no livro “Viagens de Gulliver” e descreve alguém “repulsivo na aparência e raramente humano”. Os fundadores do Yahoo brincam que eles são Yahoos.

Se você conhece algum outro nome de origem curiosa, não deixe de postar nos comentários!

Dicas para escolher um nome de domínio

O nome de domínio é o seu nome na Internet, a forma como as pessoas vão lhe encontrar e se lembrar de você ou de seu negócio. Se você possui uma empresa, tudo fica mais fácil: utilize o nome corporativo para estabelecer sua presença online. Mas em qualquer dos casos, seja em websites pessoais ou profissionais, a escolha do nome de domínio é fundamental e deve ser pensada muito antes da definição do site em si.

Um nome de domínio bem elaborado ajuda no posicionamento do site em mecanismos de buscas, diferencia-se dos demais, torna-se referência para os usuários frequentadores de seu site e é o primeiro passo para a construção de uma marca de sucesso na Internet. Algumas práticas para registrar um nome de domínio relevante:

  1. Escolha um nome de acordo com o assunto a ser tratado no site. Não é regra, mas quanto mais óbvio você for, mais vai conseguir que os usuários memorizem seu site e retornem sempre que precisarem. Se você pretende falar sobre o Jaspion, verifique a disponibilidade de um domínio do tipo jaspion.com ou jaspion.com.br, se você possui um CNPJ.
  2. Utilize nomes curtos e de fácil entendimento. Imagine a cena: você ao telefone com um potencial cliente, eis que ele pergunta o endereço de seu site para acessar informações mais detalhadas sobre seus serviços. Você diz: “Ah, anota aí: ballettchaicovsky.com.br”. Além de ser um nome extenso, é bem difícil de ser pronunciado; lembre-se que, uma vez na Internet, você está aberto a receber contato de todo tipo de público. Provavelmente, este potencial cliente vai entender uma letra errada, mesmo que você soletre, e não vai acessar seu site. Um nome razoável de domínio possui até 8 caracteres, em média.
  3. Registre seu nome de domínio em diversas extensões. Se você puder investir no registro de vários domínios para sua marca, pode protegê-la contra o uso indevido por possíveis concorrentes ou mesmo contra a infeliz coincidência de encontrar outra pessoa que adotou o mesmo nome para um site de assunto totalmente diferente do seu. As opções são várias, tanto entre nacionais quanto entre internacionais. Atente, porém, para o .com.br, que exige CNPJ para o registro por se tratar de extensão para o comércio. Além disso, você garante que, se seu cliente esquecer que seu site é .com, se ele acessar .com.br também vai chegar até você, desde que tenha registrado os dois tipos.
  4. Registre variações do nome escolhido. Uma idéia para garantir que mais pessoas acessem seu site é valer-se de seus próprios erros e registrar nomes de domínio variados. Por exemplo, o Google, sabendo que é um erro humano comum inverter algumas letras de uma palavra, registrou, além de google.com, também goolge.com.
  5. Ao utilizar nomes compostos, separe-os com hífen. Esta é uma dica para ajudar os mecanismos de busca a classificarem seu site de acordo com aquilo que ele realmente trata. Por exemplo: casa-de-bolos.com é mais eficiente do que casadebolos.com.
  6. Evite utilizar acentos e “ç”. Há algum tempo, o Registro.br liberou o registro de nomes de domínio com acentos e cedilha. Apesar desta nova flexibilidade, alguns navegadores ainda não estão adaptados para reconhecerem-nos como nomes válidos de domínio. Isto significa que, se algum cliente em potencial tentar acessar seu site a partir de um navegador que não oferece suporte à esta configuração de nome de domínio, não conseguirá visualizá-lo. As versões mais recentes do Mozilla e Internet Explorer já suportam a tecnologia IDNA. Nomes de domínio podem conter, sem problemas, números e traços, mas não diferem letras maiúsculas de minúsculas.
  7. Não registre marcas protegidas. Você pode descobrir que uma marca registrada conhecida não possui domínio registrado, mas não é por isso que você pode utilizá-lo. Além de ser anti-ético, as empresas estão munidas de advogados que podem lhe causar dores de cabeça por causa do uso indevido daquela marca.
  8. Escolha a extensão mais apropriada. No caso de domínios nacionais, você pode escolher entre uma ampla relação de DNPs disponíveis para diversas categorias de profissionais e instituições: de administradores a zoólogos, de empresas agrícolas a entidades diversas e até mesmo as novas extensões disponíveis para pessoa física, de acordo com as novas práticas de relacionamento da Internet: .blog.br (blogs), .flog.br (fotologs), .vlog.br (vídeologs) e .wiki.br (páginas de conteúdo colaborativo tipo Wiki). Nos domínios internacionais a lista também é extensa, e você pode registrá-los como forma de proteger sua marca e garantir maiores possibilidades de acesso a seu site.

Dica: Na Wikipédia você encontra também a Etimologia de termos usados na computação.

Fontes: CyberNet News & http://jpadron.w3p.com.br

Eduardo Pablo

About Dudararidade

Tecnologia para facilitar a sua vida Um compromisso que surge após a INFOXBOX prestar ajuda aos amigos em comum de novas tecnologias, se tornando assim um ponto de encontro saudável para usuários que desejam ficar por dentro de Notícias e Tecnologias.

GOSTOU DESTE TUTORIAL? Então clique e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>